10/12/2017

A ARCA DE NOÉ E OUTROS CINCO MUSICAIS INFANTIS QUE MARCARAM OS ANOS 80

 
O poeta e compositor Vinícius de Morais sonhava em lançar um disco com composições para crianças. Infelizmente, ele não viveu o suficiente para ver esse projeto pronto. Ele só se tornou realidade em meados dos anos 80, quando a Rede Globo lançou o programa musical Vinícius para Crianças – A Arca de Noé.
A Arca de Noé, como ficou mais conhecido, apresentava diferentes quadros com canções infanto-juvenis interpretadas por grandes nomes da MPB: Tom Zé, Marina, Elis Regina, Milton Nascimento, Ney Matogrosso... Além de exibido em diversos países, ele ganhou o prêmio Emmy de melhor programa infanto-juvenil daquele ano.
O sucesso do primeiro programa – exibido como um especial da antiga Sexta-Super – motivou a emissora a lançar A Arca de Noé 2, com a mesma proposta do original. Mas ele está longe de ser o único programa infantil da emissora. Houveram outros, sobre os quais você vai saber a seguir:

Pirlimpimpim – Foi lançado em 1982, ano do centenário de nascimento do escritor Monteiro Lobato. Com a participação da menina Aretha – cuja desenvoltura em A Arca de Noé chamou a atenção dos diretores da Globo –, ele falava basicamente sobre os personagens e histórias do Sítio do Pica-Pau Amarelo. A boneca Emília foi interpretada por Baby Consuelo e o Visconde de Sabugosa, por Moraes Moreira. Um dos destaques do programa foi a música Nosso Lindo Balão Azul, que se tornou hit nas rádios de norte a sul do Brasil. Pirlimpimpim também teve uma continuação.

Casa de Brinquedos – Lançado em 1983, foi elaborado em cima de um disco homônimo de Toquinho. Novamente com a participação de Aretha, ele contava a aventura de uma garotinha numa pequena fábrica de brinquedos. Os números musicais foram interpretados por Lucinha Lins, Tom Zé, MPB-4, Chico Buarque e o próprio Toquinho. Assim como A Arca de Noé e Pirlimpimpim, as músicas foram lançadas em disco pela Som Livre.

Plunct Plact Zum – Esse musical também entrou no ar em 1983. Era uma adaptação da peça Filhos Enrolados de Pais Separados. Contava a aventura de um grupo de crianças – entre as quais a onipresente Aretha, é óbvio –, em direção ao Planeta Doce. Os quadros musicais tiveram participações de nomes consagrados da geração roqueira dos anos 80, tais como Barão Vermelho e Blitz. O quadro de maior sucesso foi interpretado pelo saudoso Raul Seixas, com a música Carimbador Maluco. Também ganhou uma segunda versão.

A Turma do Pererê – Exibido em 1983, o programa contou com as participações de Fagner, Luiz Melodia, Gal Costa, Ivan Lins e Guilherme Arantes, entre outros. Contava a história de uma turma de animais e seu amigo Saci-pererê na Mata do Fundão. Era baseado nos personagens dos quadrinhos criados pelo cartunista Ziraldo.

Aventura no Corpo Humano – Esse programa explicava o funcionamento do corpo humano para as crianças. Teve a participação de Aretha e do humorista José Vasconcelos. Assim como os programas acima mencionados, os números musicais foram interpretados por nomes consagrados da MPB.

09/12/2017

MANDA-CHUVA, O MALANDRO QUE CERTAMENTE NUNCA SAIRÁ DE NOSSAS MEMÓRIAS


Entre os desenhos “clássicos” dos antigos estúdios de William Hanna e Joseph Barbera (atual Cartoon Network), vale lembrar dos seguintes: Os Flintstones, Os Jetsons, Scooby doo, Jonny Quest, Corrida Maluca, Tom & Jerry, Zé Colmeia, Os Impossíveis e Manda-Chuva.
Chamado originalmente de Top Cat, Manda-Chuva é uma série com as histórias de uma gangue de gatos de rua comandadas por um gato malandro chamado justamente de Manda-Chuva. Entre os membros dessa “turma” estavam Batatinha, Bacana, Gênio, Espeto e Chu-Chu. Outro personagem frequente é o guarda Belo, antagonista de Manda-Chuva. Eles faziam de tudo para, sob a batuta do líder, conseguir levar vantagens em diversas situações.
Manda-Chuva morava numa lata de lixo bem cuidada, onde tinha todo o conforto. Tinha sempre à mão um telefone público – instalado para uso da polícia, é claro –, ao qual recorria nos momentos de necessidade. Apesar de possuir um espírito de liderança incontestável, não costumava ouvir os conselhos de seus amigos. Acaba sempre se dando mal por isso, na maioria das vezes encrencado com o guarda Belo.
A série Top Cat estreou em 1961 no Estados Unidos. Teve apenas uma temporada com 30 episódios, reprisados constantemente tanto em seu país de origem quanto no exterior. No Brasil, foi exibida por emissoras como Globo, SBT, Boomerang e Tooncast.
Apesar de possuir apenas uma temporada, Manda-Chuva tornou-se um dos desenhos preferidos dos fãs de Hanna-Barbera. A marca do Top Cat é usada em diversos produtos pelo mundo afora, desde bichos de pelúcia até jogos. Podemos, portanto, dizer seguramente que Manda-Chuva jamais saiu ou sairá de moda.


CONHEÇA OS TÍTULOS ORIGINAIS DE ALGUNS DOS MAIS FAMOSOS DESENHOS DA HISTÓRIA

 
A série animada Charlie Chan, um dos sucessos dos estúdios Hanna-Barbera durante os anos 70, chama-se, na verdade, Charlie Chan and the Chan Clan. Brucutu, um dos mais antigos personagens dos quadrinhos, foi batizado de Alleu Oop. Juca Bala e Zé Bolha são Motormouse and Autocat.
Filmes, desenhos e outras produções estrangeiras recebem no Brasil nomes que, às vezes, não tem absolutamente nada a ver com os títulos originais. Os motivos são normalmente culturais, como bem sabemos. Temos que lembrar que existem também problemas relativos à pronúncia.
Foi com a intenção de apresentar os nomes de alguns dos mais conhecidos desenhos animados que fizemos a lista abaixo. Você saberá como são chamados no original produções inesquecíveis como Os Anjinhos, Corrida Maluca, Tutubarão, Luluzinha, Manda-Chuva...

Os Anjinhos - Rugrats
A Arca do Zé Colmeia – Yogi’s Gang
As Aventuras de Alceu e Dentinho – Adventures of Rocky and Bullwinkle
As Aventuras de Gulliver – The Adventures of Gulliver
Os Apuros de Penélope – The Perils of Penelope Pitstop
Bibo Pai e Bob Filho – Augie Doggie and Doggie Daddy
Bicudo, o Lobisomen – Fangface
Bionicão e Falcão Azul – Dynomutt, Dog Wonder
Brasinhas do Espaço – Space Kidettes
Bob Esponja – SpongeBob SquarePants
Brucutu e sua turma – Alley Oop
Butch Cassidy – Butch Cassidy and The Sun Dance Kids
Os Caça-Fantasmas – Real Ghostbusters
Capitão Caverna e as Panterinhas – Captain Caveman and Teen Angels
Carangos e Motocas – Wheelie and the Chopper Bunch
Careta e Mutreta – Blast-Off Buzzard
Cavaleiros da Arábia – Arabian Knights
Cavalo de Fogo – Wildfire
Caverna do Dragão – Dungeons and Dragons
Charlie Chan – The Amazing Chan and the Chan Clan
Coelho Ricochete e Blau-Blau – Ricochet Rabbit & Droop-a-Long
Comandos em Ação – G.I. Joe
Coragem, o Cão Covarde – Courage the Cowardly
Corrida Espacial – Yogi’s Space Race
Corrida Maluca – Wacky Races
Dennis, o Pimentinha – All New Dennis the Menace
Devlin, o Motoqueiro – Devlin
Dinamite, o Bionicão – Dynomutt, the Dog Wonder
Dom Pixote – The Huckleberry Hound
Du, Dudu e Edu – Ed, Edd and Eddy
Elefantástico – Undercover Elephant
É o Lobo – It´s the Wolf
Esquilo sem Grilo – Secret Squirrel
Faísca e Fumaça – Heckle & Jeckle
Uma Família da Pesada – Family Guy
Fantasminha Legal – Funky Phantom
O Fantástico Mundo de Bobby – Bobby’s World
Fantomas – Ogon Batto
Feiticeira Faceira – Winsome Witch
Formiga Atômica – Atom Ant
Gasparzinho – Casper
Gato Félix – Felix the Cat
Godzilla – The Godzilla Power Hour
Goober e os Caça-Fantasmas – Goober and the Ghost Chasers
Grande Polegar – Inch High, Private Eye
Grump, o Feiticeiro Trapalhão – Here Comes the Grump
Guzula – Oraa Guzura
Ho Ho Olimpicus – Laff-A-Lympics
Homem Elástico – Elongated Man
Homem Pássaro – Birdman
Hong Kong Fu – Hong Kong Phooey
Inspetor Bugiganga – Inspetor Gadget
Jambo & Ruivão – The Ruff & Reddy Show
Jeannie – Jeannie
João Grandão – The Great Grape Ape Show
Jonny Quest – Jonny Quest
Josie e as Gatinhas – Josie and the Pussycats
Juca Bala e Zé Bolha – Motormouse and Autocat
Laboratório Submarino – Sealab 2020
Leão da Montanha – Snagglepuss
Lippy e Hardy – Lippy the Lion & Hardy Har Har
Lula Lelé – Squiddly Diddly
Luluzinha – Little Lulu and her Little Friends
Maguila, o Gorila – Magilla Gorilla
Manda-Chuva – Top Cat
Máquinas Voadoras – Dastardly and Muttley in Their Flying Machines
Matraca e Fofoquinha – Breezly and Sneezly
Meninas Superpoderosas – Powerpuff Girls
Mightor – Mighty Mightor
Mosquito, Mosquete e Moscado – Yippee, Yappee and Yahhoey
Os Muzzarelas – Roman Holydays
Nossa Turma – The Get Along Gang
Olho Vivo e Faro Fino – Snooper and Blabber
Os Quatro Fantásticos – The Fantastic Four
A Pantera Cor-de-rosa – Pink Panther
As Panterinhas – Captain Caveman and the Teen Angels
Papa-Léguas – The Road Runner Show
O Patinho Duck – Yakky Doodle
Pato Donald e seus Sobrinhos – Quack Pack
Papai Sabe Nada – Wait Till Your Father Gets Home
Pepe Legal – Quick Draw McGraw
Peter Potamus – Peter Potamus and his Magic Flying Balloon
Pica-Pau – Woody Woodpecker
Pinóquio – Kashinoki Mokku
Plic, Ploc e Chuvisco – Pixie and Dixie and Mr. Jinks
Polícia Desmontada – Posse Impossible
A Princesa e o Cavaleiro – Ribon no Kishi
Rabugento – Munbly Cartoon Show
Recruta Zero – Beetle Bailey
Riquinho – Richie Rich
Os Robobos – The Robonic Stooges
Sailor Moon – Bishoujo Senshi
Show de Pedrita e Bam-Bam – Pebbles and Bamm-Bamm Show
Speed Racer – Mach Go Go Go
Super Dínamo – Paa Man
Os Super Globetrotters – The Super Globetrotters
Super Mouse – Mighty Mouse
Tartarugas Ninjas – Teenage Mutant Ninja Turtles
Tartaruga Touché e Dum Dum – Touché Turtle and Dum Dum
Timão e Pumba – Lion’s King Timon and Pumbaa
Trapaleão – Heyyy It´s the Ling
Treme-Treme – Shake, Rattle and Roll
Os Tremendões – Where’s Huddles
Os Três Mosqueteiros – The Three Musketeers
A Turma da Gatolândia – Cattanooga Cats
Turma do Charlie Brown – Charlie Brown and Snoopy Show
Tutubarão – Jabberjaw
Ursinhos Carinhos – Care Bears
Ursinho Gummi – Adventures of the Gummi Bears
Ursuat – CB Bears
Urso do Cabelo Duro – Help!… It’s the Hair Bear Bunch!
O Vale dos Dinossauros – Valley of the Dinosaurs
A Volta ao Mundo em 79 Dias – Around the world in 79 days
Vovô Viu a Uva – These are the Days
Xodó da Vovó – Precious Pupp
Zé Buscapé – The Hillbilly Bears
Zé Colmeia – Yogi Bear
Yogui e Mini Polegar – Mighty Man and Yukk

08/12/2017

7 MÚSICAS DE ROD STEWART QUE SÃO DIFÍCEIS DE ESQUECER

 
O inglês Rod Stewart entrou para o Guiness – Livro dos Recordes como o artista que atraiu mais gente para um espetáculo. Foi em Copacabana, no Rio de Janeiro.
Popular entre os brasileiros, Roderick David Stewart (seu nome verdadeiro) começou a ficar conhecido no final dos anos 60, quando participou do Jeff Beck Group. Já em carreira solo, na década seguinte, conquistou as paradas de sucesso com baladas como Sailing, You’re My Heart e Tonight's the Night.
O detalhe é que a carreira dele continuou de vento em popa durante a década seguinte, e a seguinte, e a seguinte. Rod pode não fazer o mesmo sucesso de antes, mas certamente continua conquistando fãs ao redor do mundo.
Segue abaixo alguns sucessos desse que é um dos mais expressivos músicos britânicos da segunda metade do século XX.









07/12/2017

POR ONDE ANDA O CANTOR MORRIS ALBERT, DO ESTRONDOSO SUCESSO FEELINGS?


Uma das músicas mais regravadas ao longo das últimas décadas é Feelings, de Morris Albert. Entre os diferentes artistas que tiveram a oportunidade de cantá-la estão Ella Fitzgerald, Barbra Streisand, Frank Sinatra, Dionne Warwick, Nina Simone, Elvis Presley e Julio Iglesias. Tido como um dos mais conhecidos instrumentistas atuais, Richard Clayderman fez uma interpretação para o piano.
Mas quem é mesmo o autor da música? Registrado como Maurício Alberto Kaiserman, o cantor e compositor Morris Albert nasceu na cidade do Rio de Janeiro, em 1951.
Maurício Alberto, ou melhor, Morris Albert iniciou a carreira interpretando músicas dos Beatles e Johnny Rivers nas boates do Rio de Janeiro durante os anos 60. Participou de diversos grupos musicais, até gravar o seu primeiro Lp, em 1973. Uma das faixas do repertório era justamente Feelings.
De início, a música passou “meio que despercebida”, estourando apenas quando foi incluída na trilha sonora da novela global Corrida do Ouro. Quando o próprio Albert se deu conta, ela já circulava pela Europa, chegando pouco depois aos Estados Unidos. O sucesso transformou esse carioca da gema em ídolo internacional. Com a fama, Albert teve a oportunidade de conhecer ídolos como Frank Sinatra e Elvis Presley.
No Brasil, também fez sucesso com Conversation, Gonna Love You More e She’s my Girl. Ambas foram incluídas em diversas coletâneas lançadas nos anos 70, inclusive pelo antigo selo K-Tel. Mas por onde anda Morris Albert?
Vivendo há mais de uma década fora do Brasil, Albert continua se apresentando nos palcos estrangeiros e brasileiros. Um dos seus últimos álbuns, Feelings Live and Forever, foi lançado em 2004.
Agora, uma curiosidade: Feelings chegou a ficar 32 semanas nas paradas norte-americanas.

05/12/2017

A HISTÓRIA DE TRÊS GERAÇÕES DE UMA FAMÍLIA NA INCOMPREENDIDA NOVELA O CASARÃO

 
O dramaturgo e escritor Lauro César Muniz tornou-se conhecido por suas novelas de tramas complexas, muitas vezes incompreendidas pelo público. Uma delas foi Espelho Mágico, que tinha uma “novela-apêndice” dentro da trama principal (para quem não lembra, chamava-se Coquetel de Amor). Outra foi O Casarão, uma novela com três tramas que se passavam em épocas diferentes. Os mesmos personagens eram interpretados por atores diferentes.
Pois bem, a trama de O Casarão passava-se em 1900, 1926 e 1976. Gira basicamente em torno do amor de Carolina (Sandra Barsotti) e João Maciel (Gracindo Júnior). Conta também a saga das famílias Leme e Galvão, do norte de São Paulo, desde o início do século XX até os anos 70.
A trama começa com o drama da jovem Maria do Carmo (Analu Prestes), mãe de Carolina, que é obrigada pela família a se casar com um homem, embora amasse outro. A história se repete décadas depois quando Carolina se casa contra a sua vontade com Atílio (Dennis Carvalho), embora fosse apaixonada por João Maciel. Já idosa, ela apoia a neta Lina que embora casada com Estevão (Armando Bógus), sente uma grande atração por Jarbas (Paulo José). Nesse ponto, a trama toca no tema do divórcio, que era nessa época era ainda considerado um grande tabu.
Apesar de casada e com família formada, Carolina – que nessa fase foi interpretada por Yara Cortês – nunca esqueceu de João Maciel. Guardava recortes de jornais sobre o antigo amor, até que ambos voltam a se encontrar. João Maciel (Paulo Grancindo) também nutria uma grande paixão por ela e entre encontros e reencontros, ambos voltam a ficar juntos.
O Casarão teve um dos finais mais bonitos da história da dramaturgia brasileira, quando Carolina e João Maciel. Ao chegar um pouco atrasada ao encontro, ela pergunta: “Te fiz esperar muito?”. Ele responde: “Só 40 anos”.
O Casarão recebeu o prêmio da Associação Paulista dos Críticos de Arte como melhor novela do ano, mas, como dissemos acima, o público teve dificuldades para compreender a história. Mesmo assim, foi reapresentada anos depois num compacto de 30 capítulos.
A trilha sonora nacional, assim como a internacional, venderam como água. Chamaram a atenção as músicas Só Louco, interpretada por Gal Costa, e Fascinação, na voz de Elis Regina. Cantada por Hermes Aquino, Nuvem Passageira se tornou um dos maiores hits daquele ano. Na trilha internacional, fizeram grande sucesso a música-tema de SWAT (do seriado de mesmo nome, que nada tinha a ver com a novela) e When You’re Gone, de Maggie McNeall. Não podemos esquecer de My Life, de Michael Sullivan, brasileiro que fez grande sucesso na época cantando em inglês.